O primeiro dia

   Era o primeiro dia de aula, o primeiro dia de uma nova fase desconhecida. Confesso que nunca gostei de mudanças e com certeza essa seria a mais radical que eu teria feito até então em toda minha vida.
Uma nova escola, novas pessoas, novas matérias, novos ambientes, tudo novo. O novo seria uma chance de começar do zero uma história que apesar de durar apenas quatorze anos já estava repleta de altos e baixos, brigas, bullying, do carinho da família, da rejeição dos colegas de escola, de momentos de felicidades e de tristeza. Eram somente quatorze anos, porém eu me sentia tão experiente como uma menina de dezoito. Mal sabia eu que ao completar dezoito anos perceberia que com quatorze eu não sabia nada sobre a vida.
Mas assim prosseguia a minha caminhada até a porta da sala. A vontade era de entrar naquela sala, fazer vários amigos, ser simpática e não ter vergonha. Porém naquele momento surgiam tantas dúvidas na minha cabeça que os passos foram se tornando cada vez mais pesados e a porta da sala cada vez mais distante.
Eu nunca tive problemas para fazer amigos, mas tinha dificuldade para manter amizades. Talvez não fosse uma pessoa tão agradável para se conviver, talvez eu fosse aquele tipo de pessoa que é legal para passar momentos juntos, talvez, talvez... O talvez que não deixava entrar, talvez que não me deixava continuar andando, precisava mudar. Uma nova fase não é feita só pelas mudanças de pessoas ou ambientes, é feita por um novo eu, pela renovação, por uma reflexão, uma evolução.
Nunca fui uma pessoa de tomar atitudes, acho que me acostumei em ter a minha mãe por perto para me empurrar. Mas naquele momento eu não tinha ninguém. Não tinha minha mãe, meu pai, meus amigos, era apenas eu.
E alí estava minha oportunidade de começar com pé direito essa nova fase. A vida é assim, sempre te dá possibilidades de mudar e evoluir, só basta saber aproveitá-la. E lá fui eu pelo caminho desconhecido. Entrei e sentei na terceira carteira da fileira próxima a janela, pronta para começar a escrever uma nova história.

*Isso é uma crônica, não é um fato real*

Comente com o Facebook:

20 comentários:

  1. Que bonito, eu gostei de verdade. ♥ Quem me dera, escrever assim.

    Visite-nos! Beijos. <3

    ResponderExcluir
  2. Adorei Mari, muito bonito! Você escreve muito bem!!
    Bjs <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Mariah <3
      É muito gratificante saber que você gostou

      Excluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Muito lindo, me identifiquei muito, amei ♥

    Beijo :)
    http://dois-por-quatro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo mundo já passou por um situação parecida né?
      Aquela timidez no primeiro dia de aula....
      Que bom que você gostou :D

      Excluir
  5. Texto lindo lindo lindo lindo lindo (Espero que nos envie para o nosso novo projeto), assim, tudo o que você falou é verdade, às vezes a vida da chance para recomeçar, fazer uma nova história como você disse no final. É simplesmente perfeito! Parabéns!

    Luana Gabriely | http://voltinhasemparis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico muito feliz em saber que você gostou!
      Qual projeto ? Eu envio com todo prazer!

      Excluir
  6. Nossa, que lindo texto!!!
    Parabéns, muito perfeito

    Um beijão ♥

    www.garotaurbana.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oie!
    Que texto lindo.. Eu também gosto muito de escrever, tenho facilidades com as palavras. Deve ser por isso que a gente que gosta é tão carinhosa né?
    Parabéns, continue sempre assim..

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, é muito gratificante saber que você gostou!
      É sim, com mesmo cuidado e carinho que a gente escreve um texto a gente leva a vida!

      Excluir
  8. Já passei por essa mesma fase, de mudar de escola, de sofrer por rejeição e tals.. mais eu te falo uma coisa hoje eu tenho 18 anos e posso dizer que já passou.. viva uma fase de cada vez.. a vida tem momentos tristes e felicidades, vivemos de altos e baixos.. afinal se a vida não tivemos altos e baixos morreríamos!
    Força Mah, isso vai passar e as mudanças podem lhe fazer muito bem. beijos <3

    http://www.estiilocarol.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo comentário e pelo carinho!
      Mas o texto é uma crônica, não é um fato real haha
      Mas realmente tudo na vida passa, só precisamos ser fortes suficientemente para aguentar.

      Excluir
  9. Que lindo texto. Me identifiquei tanto.
    Também sempre tive dificuldade para mudar de escola e me adaptar a mudanças e depois na fase adulta outras mudanças piores e melhores foram acontecendo maiores do que uma escola nova. Sei bem como é isso ter facilidade para fazer amigos e difícil para mantê-los. Nessas horas é sempre bom pensarmos nas nossas atitudes e ver no que estamos falhando.
    beijo

    http://karinapinheiro.com.br/cronica-parte-1-sobre-beto/

    ResponderExcluir
  10. Texto realmente muito lindo! Parabéns!!

    http://girlsdetudoumpouco.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. É tão bom encontrar textos assim , geralmente só encontro looks esmaltes e resenhas , é uma leitura muito agradável porque você escreve muito bem ficou ótimo espero encontrar mais textos como esse aqui , <3 amei de verdade beijinhos !

    http://papo-deamiga.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Texto lindo... Parabéns! Adorei de verdade Beijão

    ResponderExcluir
  13. Adorei, continue com essas cronicas :D

    ResponderExcluir

Leiam o post inteiro, pois ele foi escrito com muito carinho para vocês! Se gostarem comentem e curtam o post.
Obrigado pela visita e volte sempre.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...